Urgente: Temer sanciona reforma trabalhista com o fim do imposto sindical

Depois de uma série de controvérsias, o governo resolveu não alterar o texto da reforma trabalhista sobre o fim da obrigatoriedade do imposto sindical. Uma nova versão da minuta da Medida Provisória que modificará o texto aprovado no Congresso, obtida pela Folha, retira sugestão anterior de rever o tema.

Essa é uma nova versão da minuta que foi apresentada aos senadores em junho pelo líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), antes da votação do projeto na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).

Entre as mudanças que foram feitas no texto lido à época, e o que deverá ser entregue nesta quinta-feira (13) aos senadores, está a retirada da possibilidade de o governo rever o fim da obrigatoriedade do imposto. O tema gerou conflitos com a Câmara dos Deputados e o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a dizer esta semana que “barraria” a MP.

As informações são da Folha de São Paulo.

Anúncios

5 comentários sobre “Urgente: Temer sanciona reforma trabalhista com o fim do imposto sindical

  1. Chega de obrigatoriedade! A opção é do trabalhador . Quem quiser que pague. Sindicatos servem pra ” encostar corpo” , no trabalhador.

Deixe uma resposta