Lula faz troça: “Numa outra encarnação, vamos indicar só gente do Ministério Público”

Em depoimento ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que o Ministério Público acha ‘criminoso’ o fato de partidos políticos indicarem nomes para ocupar cargos na administração pública federal. Segundo Lula, essas nomeações fazem parte de uma ‘política de coalizão’ para garantir a governabilidade. Em tom irônico, o petista afirmou que em outra encarnação, ‘vamos indicar só gente do Ministério Público’ para cargos do Executivo.

Lula prestou depoimento na sexta-feira, 7, como testemunha de defesa no âmbito de uma ação penal que tramita no STF contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo (PT), no âmbito da Operação Lava Jato. O vídeo do depoimento foi divulgado nesta segunda-feira, 10.

“Quando você é eleito, você é eleito com um grupo de forças políticas que lhe apoiam. Essas forças políticas é que participam da montagem do governo. E nesse instante, sabe, o PP indicou o Paulo Roberto (para a diretoria de abastecimento da Petrobrás), que era um homem de carreira da Petrobrás, profissional que não pesava contra ele nenhuma acusação sobre nada, era tido como extremamente competente”, comentou o ex-presidente, ao ser questionado sobre o processo da escolha de Paulo Roberto.

As informações são do Estadão.

Anúncios

Deixe uma resposta