Tropa de Janot cria a narrativa de que “delação pode ser questionada pela PGR”

Após aprovar de forma unilateral um suspeitosíssimo acordo de delação com Joesley Batista, a turma de Janot na PGR criou a narrativa de que tal delação pode ser “questionada”.

Essa narrativa surge em momento propício, pois agora foi descoberto que o dono da JBS escondeu da Justiça um negócio bilionário que obteve a benção de Antonio Palocci, ex-ministro de Dilma e Lula.

Com esta revelação, mais uma vez a conduta de Janot e de Joesley entram em xeque. Cabe ao PGR tentar tirar o seu da reta, especialmente porque o mandato acaba em dois meses.

Estas informações foram divulgadas pelo Estadão e também pelo site O Antagonista, que até poucos dias defendia com unhas e dentes o acordo da JBS.

Anúncios

Deixe uma resposta