Lava Jato recupera quase R$ 1 bi com Odebrecht, Braskem e Gutierrez, mas eles não ganharam acordos de impunidade

A Odebrecht, Braskem e Gutierrez restituíram o valor de R$903,9 milhões aos cofres públicos. Isso ocorreu entre 26 de junho e 6 de julho após determinação do Ministério Público Federal nos acordos de delação com os executivos das empresas.

Assim como os depósitos também foram acordadas outras obrigações, como revelar outras ilicitudes, fornecer informações, provas, e não cometer mais crimes.

Os valores ressarcidos são para beneficiar as vítimas dos atos criminosos, nesse caso a própria sociedade civil.

O mesmo não aconteceu com Joesley Batista, empresário da J&F e JBS/Friboi. Seu acordo de leniência com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foi feito de tal forma que o maior beneficiado foi o próprio criminoso.

Anúncios

Um comentário sobre “Lava Jato recupera quase R$ 1 bi com Odebrecht, Braskem e Gutierrez, mas eles não ganharam acordos de impunidade

  1. Quantos dias Emílio Odebrecht e Pedro Nóvis passaram na cadeia?

    A verdade é que o instituto de delação vem soltando bandidos sem foro privilegiado para incriminar bandidos com foro privilegiado… que acabam protegidos pelo STF.

Deixe uma resposta