Escola Sem Partido: Denúncia de Holiday deve gerar punição ao Diretor da escola

O vereador Fernando Holiday (MBL/DEM) gravou meses atrás um vídeo em frente a Escola Municipal de Ensino Fundamental Doutor Hélio Tavares onde denunciava uma enorme faixa na escola contra a reforma da Previdência e trabalhista, além de uma com os dizeres “#ForaTemer”. A perspectiva, adotada pelos sindicatos e partidos de extrema-esquerda, utilizavam do prédio público para proselitismo político-ideológico, sem qualquer contraponto e submetendo crianças e adolescente a apenas uma perspectiva acerca do tema.

A conduta fere o estatuto dos funcionários públicos e o código de conduta funcional dos agentes públicos, de acordo com a diretora regional de Educação de São Miguel (zona leste), Maria Aparecida de Sousa, que enviou ofício ao Diretor da Unidade Cleber Peixoto Pereira.

De acordo com publicação do vereador em sua página oficial na tarde de hoje (06), “a ação do Diretor da Escola estava sob análise e possivelmente seria punido de acordo com os termos da Lei n° 8989/79”. Em vídeo, ele detalhou o fato:

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Escola Sem Partido: Denúncia de Holiday deve gerar punição ao Diretor da escola

  1. Quanto ao vídeo do dono da Turma da Mônica no Roda Viva, acho que o mesmo é um mentiroso. Existe uma revista do mesmo Mônica Jovem em que a Mônica é colocada como uma Feminazi e o Chico Bento vira um jeca gay. Ativismo puro.
    Comunismo puro.

  2. Estou sentindo a falta do Ministério Público pra fazer esse trabalho, também! Improbidade administrativa nesses diretores de escola é o mínimo que se espera do Ministério Público.

Deixe uma resposta