Feminista Lola está tomando processo e diz: “eu sou uma pessoa ética, que nunca mente”

Em seu blog intitulado “Escreva, Lola, Escreva”, a ativista feminista e de extrema-esquerda Lola Aronovich se queixou recentemente de um processo que recebeu. Segundo ela própria, o processo corre em segredo de Justiça e o reclamante está exigindo a quantia de R$ 300 mil em indenização por dano moral.

Estou sendo processada por ter dado voz a uma denúncia, quase 3 anos atrás. O sujeito está pedindo a quantia exorbitante — sério, nunca vi pedirem isso de uma professora (de uma feminista, então, nem se fala) — de 300 mil reais de indenização. Não posso falar muito, porque, pra piorar, o caso está em segredo de justiça. E também porque não conheço os detalhes, pois ainda não recebi a ação.

Como ainda não se tem os detalhes do caso, fica difícil dizer do que se trata. No entanto, dá para suspeitar. É bem comum no movimento feminista que as mulheres façam acusações falsas de estupro ou assédio contra adversários políticos ou até mesmo ex-cônjuges. Diversos casos do tipo já foram registrado. É possível que Lola tenha dado repercussão a uma dessas falsas acusações, o que de fato é crime.

Contudo a parte irônica da postagem ficou ao final, quando ela diz:

“Eu sou uma pessoa ética, que nunca mente.”

Anúncios

Um comentário sobre “Feminista Lola está tomando processo e diz: “eu sou uma pessoa ética, que nunca mente”

Deixe uma resposta