Militar se deita no asfalto por meia hora para salvar vida de jovem atropelada

Um cabo do Exército deitou-se no asfalto e segurou o pescoço e cabeça de uma jovem vítima de atropelamento por quase meia hora para evitar que ela tivesse alguma lesão na coluna cervical. A ação aconteceu na noite da terça-feira (4) na EPNB (Estrada Parque Núcleo Bandeirante, rodovia do Distrito Federal). As informações são do Correio Braziliense.

O cabo Romário Rogério Rodrigues de Carvalho voltava para casa, no Riacho Fundo, quando notou o acidente. A vítima, Gabriela, 17 anos, havia sido atingida por uma motocicleta e estava com o rosto sangrando. Imediatamente, ele foi ajudar a jovem: “Como militar, tive treinamento no quartel. Eles pregam muito isso, de ajudar no atendimento em caso de acidente”, conta Carvalho.

Ele aguardou por quase 30 minutos a chegada do socorro.  Durante todo esse tempo, instruiu a vítima a deitar no chão, pois acreditava que ela poderia desmaiar. Além disso, verificou a condição das pernas e braços de Gabriela e estabilizou sua cervical, para evitar danos à coluna: “Também conversei para mantê-la acordada”, conta.

O atropelador também esperou no local a chegada do resgate. A vítima foi levada pelos Bombeiros para o Hospital de Base e está se recuperando.

Anúncios

Deixe uma resposta