Justiça de Brasília não faz andar o caso de Lula e Odebrecht em Angola

Encontra-se parada na Justiça Federal de Brasília a ação penal que investiga Lula e seu sobrinho Taiguara Rodrigues, por um esquema envolvendo a Odebrecht em Angola.

O Ministério Público Federal da capital está aguardando o recebimento oficial dos anexos da delação de Emílio, Marcelo e Alexandrino Alencar, para depois ouvi-los, com objetivo de fazer um aditamento à denúncia original, anterior ao acordo de colaboração.

O atraso se deu porque o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin teria enviado a documentação para Curitiba, a pedido de Rodrigo Janot, o Procurador-Geral da República, porém, a investigação acontece em Brasília e não no Paraná.

 

Anúncios

Deixe uma resposta