Tiririca é acusado de assédio sexual por ex-funcionária

O deputado Francisco Everaldo Oliveira Silva (PR-SP), ou Tiririca, como é conhecido, está sendo acusado de assédio sexual por uma ex-funcionária, Maria Lúcia Gonçalves Freitas de Lima.

Maria Lúcia entrou com uma reclamação trabalhista e registrou ocorrência na 10° Delegacia de Polícia de Brasília. Segundo ela, foi contratada em março de 2016 para cuidar da filha de Tiririca e, logo em seguida, demitida sem justa causa. Contou que viajou com a família do parlamentar duas vezes naquele ano e teria, supostamente, sofrido assédio.

O deputado negou a acusação e declarou que a ex-funcionária está fazendo isso por interesse financeiro.

Anúncios

Deixe uma resposta