Por 46 a 19, Senado aprova urgência para reforma trabalhista, que segue forte

Nesta terça (4), o Senado aprovou urgência na reforma trabalhista. Isso permite que ela seja votada daqui a 2 sessões. Não haverá mais retorno para análise, ou seja, não há mais espaço para enrolações por parte da extrema esquerda.

Aqueles que apostaram que a crise política iria abalar o projeto de Temer se surpreenderam.

A tendência é que a reforma trabalhista seja aprovada em plenário nos próximos dias.

Anúncios

Deixe uma resposta