Diretor da Polícia Federal pede pra sair e isso pode ter a ver com treta dos passaportes

A colunista Eliane Cantanhêde, do Estadão, diz que o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Diello, pediu para deixar o comando da instituição.  O novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, havia dito que a permanência não era certa, demonstrando claras intenções de substituí-lo.

Segundo a informação, Daiello estaria acertando algumas condições. As duas principais delas seriam: escolher o sucessor junto com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e ele próprio anunciar o escolhido à opinião pública.

Isso seria importante para Daiello, como demonstração de prestígio e de liderança na “tropa”, e também para o governo, como forma de esvaziar ataques.Por mais que isso aconteça, ainda sim a troca de comando é muito suspeita, já que ela acontecerá praticamente ao mesmo tempo que acontecerá a troca de comando da PGR.

Anúncios

Um comentário sobre “Diretor da Polícia Federal pede pra sair e isso pode ter a ver com treta dos passaportes

Deixe uma resposta