Joesley bota faca no pescoço de Fachin e quer manter total impunidade para delatar BNDES

A defesa dos irmãos Batista, donos da JBS/Friboi, recorreu ao Supremo Tribunal Federal contra a decisão do juiz Ricardo Leite, da  10ª Vara Federal de Brasília, que decidiu não estender os benefícios do acordo de delação premiada firmado por eles com a Procuradoria-Geral da República (PGR) aos fatos que dizem respeito a apuração na Operação Bullish. O recurso será analisado por Edson Fachin, ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, e responsável pela homologação do acordo de delação premiada dos criminosos donos da J&F. A operação Bullish está investigando fraudes na concessão de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) à JBS, empresa do grupo J&F.

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Joesley bota faca no pescoço de Fachin e quer manter total impunidade para delatar BNDES

  1. Estamos vivendo um momento dramático no pais, onde quem manda e governa é o bandido.
    A justiça se acovarda diariamente, em cada reação que contraria os princípios básicos da tolerância contra a impunidade.

  2. Não da para acreditar nesta mafia torgada do stf comandada por Gilmar e Marco Aurelio depois da safades deste ultimo no caso Aécio e cia.

Deixe uma resposta