Vereadora tucana vota contra privatizações de João Doria

A vereadora paulistana Patrícia Bezera (PSDB) foi a única parlamentar governista a votar contra, em primeira votação, ao projeto de lei que visa conceder o estádio municipal do Pacaembu à iniciativa privada.

Casada com o ex-vereador e hoje deputado estadual Carlos Bezerra Junior, o casal é conhecido por apoiar visões ultraesquerdistas, antagonizando a maior parte dos tucanos paulistas, que há anos deram uma guinada à centro-direita. Patrícia, assim como seu marido, são expoentes da corrente minoritária do PSDB “Esquerda pra Valer”.

Ex-secretária de Direitos Humanos da atual gestão nos primeiros meses, Patrícia deixou o cargo tecendo críticas ao prefeito João Doria, após ação na cracolândia. Agora, alinha-se a PT e PSOL para atrasar as desestatizações e redução da máquina pública.

Não é o primeiro caso de “traição” no primeiro escalão do governo. O secretário de educação Alexandre Schneider, alinhado ao PSOL e a doutrinação nas escolas, também desafiou o prefeito após troca de farpas com o vereador Fernando Holiday (MBL/DEM).

Anúncios

Um comentário sobre “Vereadora tucana vota contra privatizações de João Doria

  1. Porque o PSDB mantém uma traidora dentro do partido??? Porque também são traidores. Fingiram ser oposição durante treze anos. Agora que caiu a máscara não conseguem mais esconder o viés esquerdopata do partido.

Deixe uma resposta