Lindbergh diz que vai derrubar reforma trabalhista em Plenário

Em pronunciamento nesta quinta-feira (29), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que a votação da reforma trabalhista foi a mais terrível que ele acompanhou em quinze anos no Congresso Nacional.A proposta (PLC 38/2017) foi aprovada na noite de quarta-feira (28) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Mas, apesar da vitória do governo na CCJ, Lindbergh se disse otimista em relação à votação final no Plenário.

Aquela vitória que eles estavam querendo e estavam comemorando ali era o último suspiro. O tempo desse pessoal está acabando. Esse governo Temer não se sustenta. É um governo completamente desmoralizado — disse.O senador disse que o “desespero” do governo em aprovar reformas impopulares cumpre o que ele chama de “agenda do golpe”.

Lindbergh denunciou que setores empresariais apoiaram o impeachment da presidente Dilma em troca de medidas que acabam com direitos sociais, o que é uma tremenda mentira.

“Eles deram esse golpe porque, em momentos de crise econômica que estamos vivendo, esses setores decidiram que, nesse momento, eles vão sair da crise econômica que atinge grandes empresas e o sistema financeiro, apertando os trabalhadores, retirando direitos, reduzindo salários, reduzindo o custo do trabalho”, afirmou.

A informação é do site oficial do Senado Federal.

Anúncios

Deixe uma resposta