Parada gay expulsa gays por carregarem bandeiras gays com a Estrela de Davi

Windy City Times, membro do coletivo “Dyke March”, disse ao noticiário Wndy City que as mulheres que estavam carregando bandeiras do movimento homossexual com a Estrela de Davi, símbolo judaico descrito na bíblia, que faz referência ao Estado de Israel, foram convidadas a se retirarem da parada Gay de Chigago, pois a mesma era contra Israel.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Parada gay expulsa gays por carregarem bandeiras gays com a Estrela de Davi

  1. Essa é a prova que essa parada gay jamais foi a favor dos gays, jamais essa parada gay quis proteger gays, jamais ela teve empatia com gays, apenas usam eles como massa de manobra e pretexto para objetivos políticos. Israel é o único lugar do Oriente Médio em que gays tem mais liberdade e inclusive tem paradas gays, Israel é o único lugar do Oriente Médio em que gays podem viver mais em paz sem que o governo matem eles por serem gays. Esse bando de escórias da humanidade nazistas anti semitas que são contra o direito de Israel de existir tem a tamanha cara de pau de apoiar quem chega ao ponto de negar o holocausto, e matar gays por simplesmente serem gays. Essa é uma mentalidade totalmente mesquinha, sádica e psicopata que faz vista grossa para a homofobia feita pelo governo de países muçulmanos contra os homossexuais. São pilantras e canalhas com a doença mental chamada ultraesquerdismo anti Israel.

  2. Infelizmente nem todos têm a consciência de que o movimento LGBT é braço do comunismo internacional para a destruição dos valores cristãos e ocidentais. quando se derem conta, será tarde demais.

  3. Infelizmente qdo eles alcançarem seus objetivos e não precisarem mais dos gays como massa de manobra, aí eles vão começar a matar os homossexuais , que qdo abrir os olhos será tarde.

Deixe uma resposta