FAKE NEWS: FOLHA manipulou o processo de Lula em reportagem contra sua condenação

A Folha de São Paulo publicou uma reportagem hoje, sexta-feira (23), a opinião de Estelita Hass Carazzai onde são endossadas as teses de defesa de Lula, que em breve será condenado pela Operação Lava Jato no caso do tríplex no Guarujá.

Toda a “opinião” da jornalista é baseada numa omissão de trechos do documento que ela usa para afirmar que estão julgando a admissibilidade de indícios para a condenação.

A jornalista da Folha manipulou as informações para tentar provar sua tese.

Vejam o que foi publicado:

“ou se confere elasticidade à admissão das provas da acusação e se confere o devido valor à prova indiciária, ou tais crimes, de alta lesividade, não serão jamais punidos e a sociedade é que sofrerá as consequências.

Agora, vejam o que foi omitido, em negrito:

A Ministra bem diagnosticou a situação:em crimes graves e que não deixam provas diretas, ou se confere elasticidade à admissão das provas da acusação e se confere o devido valor à prova indiciária, ou tais crimes, de alta lesividade, não serão jamais punidos e a sociedade é que sofrerá as consequências

Confira o documento original:

AlegacaoFinalMPF

Anúncios

3 comentários sobre “FAKE NEWS: FOLHA manipulou o processo de Lula em reportagem contra sua condenação

  1. Eles podem espernear a vontade (a um termo em latim para tal)mas ele deve se condenado com bastante acréscimo de anos a sentença por achar que o povo brasileiro é imbecilizado.

Deixe uma resposta