Ministério Público quer que policiais paguem indenização a assaltantes presos

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT) ingressou na Justiça pedindo a condenação de cinco policiais militares pela atuação deles no combate ao roubo de uma concessionária em Cuiabá. A ação foi aberta pela 20ª Promotoria de Justiça de Criminal e os policiais podem pagar até R$ 937,00 por criminoso ou prestar dois meses de serviços comunitários. O promotor responsável pela ação, Roosevelt Pereira Cursini, entendeu que houve crime de “abuso de autoridade” e “uso de truculência” na abordagem dos policiais aos meliantes.

O caso ocorreu no dia 17 de outubro de 2016, quando três criminosos armados invadiram a concessionária Borges Veículos, renderam proprietários, funcionários e clientes, roubaram objetos e uma caminhonete Hilux, e fugiram em seguida. Na fuga, os assaltantes foram perseguidos por duas viaturas da polícia. Durante a perseguição, o motorista da caminhonete perdeu o controle da direção e subiu na calçada. Com a aproximação dos policiais, os bandidos sacaram armas e começaram a atirar contra os policiais, que revidaram. A ação terminou com três assaltantes presos, sendo que dois deles foram baleados pela polícia. A perseguição foi filmada e divulgada na Internet:

Em post divulgado em redes sociais, o cabo Rodrigo Ribeiro Leite, membro da equipe de policiais que fez a prisão e citado na ação, mostrou sua indignação com a decisão do Ministério Público em buscar punição aos policiais. No texto, ele narra ação de sua equipe na perseguição e fala em inversão de valores:

“Imaginem só, o que nois PMs sofremos por várias inversão de valores, uma ocorrência padrão, roubo na Borges Veículos, elementos invadiram a loja armados e truculentos com as vítimas, estavam os proprietários, clientes e funcionários da loja, foram subtraído vários pertences como anéis, celulares, relógios, documentos, é uma Hilux branca do proprietário. A minha Guarnição escutou no rádio uma Viatura do Cb. Toninho, informando que estava em acompanhamento de uma Hilux branca roubada, e os bandidos bateram a caminhonete e trocou tiro com a guarnição do Cb. Toninho, onde dois dos 4 elementos foram baleados, um na perna, e outro no pé, e uns dos 4 evadiu em direção a Av. do CPA, foi quando a minha Guarnição estava próximo aí eu com a minha astúcia e visão aguçada, consegui ver o outro foragido, prendemos e recuperamos um revólver calibre 38, e logo depois encaminhamos os 3 detidos e um foragido, recuperamos todos os pertences das 7 vítimas, só ficou com o prejuízo foi o dono, pois sua caminhonete os bandidos bateram.

 Aí fui hoje em uma audiência no Jecrim, aí vi uma coisa que nunca tinha visto em 14 anos de PM, O Ministério Público ordenou que eu e as outras guarnições, temos que pagar um salário mínimo para os bandidos, porque eles foram torturados, que a PM agiu com truculência, ainda o bandido que eu consegui pegar, deu nome errado, depois lembrou seu nome no Ministério público, e o bandido ainda tem credibilidade perante a sociedade? O dono da loja levou um prejuízo de quase 20 mil reais para arrumar a caminhonete, todos eles foram torturados psicologicamente, chamados de vagabundos e em todo o momento falavam que iam matar, depois da ocorrência o Ministério Público ordena que os PMs que estavam na ação, indenizam os bandidos? País de inversão de valores.

Como PMs trabalham desse jeito, o que fazer?”

De acordo com o andamento do processo n° 5885.64.2016.8.11.0062, que pode ser consultado pelo site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (consulta por “numeração única), os policiais devem comparecer ao juizado especial criminal no próximo dia 27 de julho para nova audência do processo.

mpe-mt-policiais

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

Anúncios

40 comentários sobre “Ministério Público quer que policiais paguem indenização a assaltantes presos

  1. se o promotor público e familia fosse vítima desses bandidos e ele não agiria dessa forma, realmente, a justiça brasileira tá cheia de pessoas que não deveriam está lá pra defender a sociedade, já que defendem bandidos..

  2. Legal… o nome dos policiais eles colocam em letras garrafais… mas o nome dos promotores responsáveis pelo absurdo nao aparecem. Só usam o termo Ministério Público.

  3. Este promotor provavelmente é comunista e a agenda deles é destruir as PMs. A sociedade precisa reagir e intimidar estes comunistas para eles saberem que não iremos tolerar esta ideologia maléfica.

  4. ALÉM DE COMUNISTA DEVE SER PARENTE DOS BANDIDOS E QUEM SABE ATÉ PARENTE DE GILMAR MENDES! ME ENVERGONHO DE SER BRASILEIRO E JÁ ESTOU ME ENVERGONHANDO DE SER MATOGROSSENSE! É O ABSURDO DOS ABSURDOS!

  5. Certamente este promotor vem de um origem regada ao cometimento de crimes, o cidadão de bem sabe muito bem que quando alguém defende assim uma classe, é porque faz parte desta turma. Resumindo este canalha está defendendo os seus.

  6. Esse promotor e comparsa desses bandidos. Tem que ser expulso e preso. Com todo carinho. Vagabundo. Então tem que pedir licença pra prender vagabundo? .que país é esse? Que da direito pra ladrão? .Deve tá serto. País que tem vereador ladrão. Prefeito ladrão. Deputados ladrão. Senadores Ladrão..ministro ladrão. Juízes corruptos. Ministro corruptos. .E vivem querendo prender o único juiz onesto do país.
    Tá correto. Bandidos vai prender a polícia.
    Vamos voltar o militarismo. Gente.

  7. É uma pena que exista ai no Mato Grosso esse tipo de Promotor de Justiça que tinha que mudar o nome para Promotor da Injustiça, porque querer fazer isso com os PMs que arriscaram sua vida para prender esses criminosos. Ta na hora da FENEME realizar uma comunicação destes fatos para o Conselho Superior do Ministério Público, relatando este fato vergonhoso para o Parquet.

  8. E assim o país vai afundando em crise. MP abraçando meliantes que não fizeram nada, só entraram armados e renderam proprietários, funcionários e clientes (pessoas de bem que colaboram com a sociedade) pra levar o patrimônio que suaram pra conquistar.
    Vocês que desenvolveram a matéria, sugiro buscar quem foi rendido, insultado e no prejuízo pra entrar com uma ação contra o MP por proteger quem infringiu os direitos constitucionais deles e os PM que estavam no exercício da função também uma vez que pra proteger a população independente da proporção tem que ser usada força.
    Se estivessem esses meliantes trabalhando, estudando, sendo parte da sociedade e não marginais, não teriam que passar por isso.

  9. E assim o país vai afundando em crise. MP abraçando meliantes que não fizeram nada, só entraram armados e renderam proprietários, funcionários e clientes (pessoas de bem que colaboram com a sociedade) pra levar o patrimônio que suaram pra conquistar.
    Vocês que desenvolveram a matéria, sugiro buscar quem foi rendido, insultado e no prejuízo junto com os PM que estavam no exercício da função, uma vez que pra proteger a população independente da proporção tem que ser usada força, pra entrar com uma ação contra o MP por proteger quem infringiu os direitos constitucionais deles.
    Se estivessem esses meliantes trabalhando, estudando, sendo parte da sociedade e não marginais, não teriam que passar por isso.

  10. Então a Policia não pode mais fazer o seu trabalho, esse Promotor é um débil ou está querendo aparecer. Como é que os policiais devem agira de agora em diante, chegar e pedir por favor para os Bandidos(vulgo vagabundos) se entregarem pacificamente e se eles meterem balas nos policiais, eles não podem revidar. Chega de Palhaçada.

  11. Uma completa inversão de valores, esse promotor está inibindo PM a cumprir o seu dever em prol da população. Vê-se clarente que tal atitude alavanca ainda mais a confiança dos crimonosos de toda natureza na impunidade. Aqui no nosso país todo bandido confia na impunidade, tanto os políticos quanto os demais. Esse promotor deveria ser distituido de seu cargo pois não está ajudando na proteção das vítimas mas protege os criminosos.

  12. Quem faz tal alegações e ordena pagamentos a vagabundos, está com certeza, e já se preparando para quando um de seus filhos, sobrinhos ou irmãos sejam presos. É a
    ainda sim tenham direitos iguais a de um cidadão de bem,

  13. Quem deveria ser condenado é esse promotor. Se fosse com ele, com algum familiar, amigo… será que ele teria essa peninha dos bandidos? E policial tem de ser bonsinho com bandido? Ah, faça-me o favor senhor promotor. Em que mundo o senhor vive?

    1. Quem deveria ser condenado é esse promotor. Se fosse com ele, com algum familiar, amigo… será que ele teria essa peninha dos bandidos? E policial tem de ser bonzinho com bandido? Ah, faça-me o favor senhor promotor. Em que mundo o senhor vive?

  14. Pareceu-me uma grande inversão de valores. Se os policiais fossem anjos alados, poderiam usar outras maneiras talvez para enfrentarem bandidos armados e atirando. Os policiais são seres humanos. Detesto violência , porém a violência dos bandidos atraiu os tiros que receberam e mereciam receber. A punição foi injusta para esses policiais. Num país em que uma minoria governamental rouba o país e o povo trabalhador, se cabe indenização, os governantes devem indenizar.

  15. Infelizmente são este tipo de pessoas que estão atrás de suas mesas nunca passaram por nenhuma dificuldade não conhece o trabalho daqueles que sacrifica suas vidas para secar gelo. Pq infelizmente e isto que nós fazemos.

  16. A meu ver sao tao bandidos quanto o que eles defendem!Eles ganham um salário (+ coleçoes de auxílios+mordomias) muito alem da realidade do país, pago com nossos impostos e sempre defendendo bandidos.Se policiais tivessen sido mortos por bandidos ninguem dessa IN(justiça)apareceria para dar apoio a família.

  17. Estão fazendo absolutamente de tudo, até o impensável, só para dizer à todos os policiais do Brasil: Proteja somente a sua família, o resto é resto! Mas o que farão os policiais diante deste total abandono e descaso do Estado às questões de Justiça e Segurança Pública? Vão continuar se importando com a sociedade, sacrificando-se a troco de nada, ou vão apenas vestir a farda e fingir que estão trabalhando em prol da sociedade?
    E a sociedade, o que deverá fazer para restaurar esse caos social que a cada dia nos rouba a própria dignidade em prol dos marginais e seus “direitos” (humanos) de roubar-nos, matarmos, e ainda serem recompensados por desafiar as leis como criminosos premeditados que são???

  18. E os vagabundos, os que cometeram o crime na concessionária, vão indenizar quem? Os que produziram dano moral, material, psicológico nos funcionários e proprietários da empresa. Aqueles nocivos à sociedade, que não somam nada, só destroem. Já passou da hora de tratar os desiguais na medida de sua desigualdade. O direito tem que devido a quem é direito e não privilégio destes parasitas e cânceres sociais que são os vagabundos contumases…

  19. Isso não é inversão de valores, é um DESSERVIÇO à sociedade, quem deveria ser preso e condenado é o juiz e o promotor, de preferência colocados juntos com os meliantes…

Deixe uma resposta