Gleisi perde a noção do ridículo e diz que Moro e Dallagnol querem “ganhar dinheiro” com processos contra Lula

Em pronunciamento nesta quarta-feira (21), a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que o ex-presidente Lula é “vítima de perseguição sistemática no plano judicial” para impedir que seja candidato à presidência da República em 2018. A senadora também afirmou que os responsáveis pela Operação Lava Jato estariam “lucrando” em palestras para detalhar as acusações contra Lula, informa a Agência Senado.

“Além de quererem tolher a vida política do presidente, de fazerem uma caçada ao seu direito civil como cidadão, isso ainda virou produto de ganhar dinheiro por parte desses juízes e procuradores que o estão acusando.”

E depois ela disse mais baboseiras:

“Como eles provam isso? Não provam, porque não há prova. Não há prova de que o presidente recebeu esse apartamento. Não há escritura, não há absolutamente nada. Mas, como eles estão fazendo na política, possivelmente o juiz Sérgio Moro vá condenar. E vai condenar por quê? Porque exatamente eles não querem o Lula como candidato a presidente.”

O primeiro ponto é que obviamente o imóvel não tem escritura em nome de Lula. Se tivesse, não seria crime de ocultação de patrimônio. O que configura ocultação de patrimônio é isso: ocultar o patrimônio. Além disso, há também o fato de que a senadora ainda chama Lula de presidente. Ele é presidente de quê?

Agora, como é que Sérgio Moro e Dallagnol poderiam estar ganhando algum dinheiro com isso tudo? E para quê? Isso a senadora nem chegou perto de explicar.

Anúncios

Deixe uma resposta