Congresso Nacional da UNE termina em pancadaria

Em sua página de Facebook, Pedro Duarte Jr. explica:

Tenho amigos, de vários lugares do Brasil, que estão participando neste feriadão do Congresso Nacional da UNE (o CONUNE).

Apesar de respeitar e reconhecer o ponto daqueles que participam em busca de tornar a entidade mais plural, eu simplesmente não consigo reconhecer a legitimidade dela – e menos ainda do processo que há para eleição dos seus dirigentes.

O modelo se baseia, resumidamente, na eleição de delegados em todas as universidades do país. 1 delegado a cada 1 mil estudantes. Na teoria, ok!

O problema começa quando:

(I) DCEs não organizam as eleições para os delegados, indicando estes sem o crivo do voto;
(II) Urnas DESAPARECEM durante as eleições;
(III) Atas são forjadas e enviadas à entidade;
(IV) As eleições não batem o quorum… e aí completam o quorum através de abaixo-assinado (????), como aconteceu na PUC-Rio.

Sinceramente, é tudo um teatro, no melhor estilo vampetiano: a UNE finge que representa, os estudantes fingem que se sentem representados.

Sinta o nível:

Anúncios

Um comentário sobre “Congresso Nacional da UNE termina em pancadaria

  1. Esse é o futuro do Brasil!

    No vídeo vem um e diz: “Esse é a juventude democrática, atacando…”
    Outro diz: “Grava eles, não sabem argumentar”

    Temos apenas um monte de esquerdinha e no vídeo se encontra frases como as citadas. Fica claro, a própria esquerda sabe o que são e como procedem

    Solução? Acaba com qualquer ajuda governamental, rapidinho a vontade de ser presidente dessas organizações deixará de existir

Deixe uma resposta