Capa da Época diz que Temer é hoje chefe de uma quadrilha criada por Lula

Em uma entrevista que promete acabar com a República, o empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, holding dos frigoríficos JBS, Joesley Batista, disse que Temer é o “chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. A declaração está em entrevista à revista Época.

Joesley deu mais um depoimento nesta sexta (16) na sede da PF, em Brasília. Sobre o governo, disse: “Nunca foi uma relação de amizade. Sempre foi uma relação institucional, de um empresário que precisava resolver problemas e via nele a condição de resolver problemas. Acho que ele me via como um empresário que poderia financiar as campanhas dele – e fazer esquemas que renderiam propina. Toda vida tive total acesso a ele. Ele por vezes me ligava para conversar, me chamava, eu ia lá”.

Ele disse que todas as reuniões estavam anexadas a algum pedido ou favor: “Uma delas foi quando ele pediu os R$ 300 mil para fazer campanha na internet antes do impeachment, preocupado com a imagem dele. Fazia pequenos pedidos”, detalhou.

Ele cita todos os políticos ligados a Temer – Eduardo Cunha, Padilhae  Moreira Franco – como um grupo liderado pelo próprio presidente: “Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim”.

Há um detalhe adicional. Na entrevista, Joesley disse que o esquema foi criado na época do PT. Sendo assim, Temer seria hoje o chefe de uma quadrilha criada por Lula.

Veja imagem abaixo:

Anúncios

Deixe uma resposta