Petistas agridem Miriam Leitão em voo e mostram sua intolerância com a divergência

Lula ataca todos os dias a TV Globo.

Ele já obteve um resultado: sua gangue, alguns dias atrás, agrediu Miriam Leitão.

Leia seu relato:

Sofri um ataque de violência verbal por parte de delegados do PT dentro de um voo. Foram duas horas de gritos, xingamentos, palavras de ordem contra mim e contra a TV Globo. Não eram jovens militantes, eram homens e mulheres representantes partidários. Alguns já em seus cinquenta anos. Fui ameaçada, tive meu nome achincalhado e fui acusada de ter defendido posições que não defendo.

Sábado, 3 de junho, o voo 6237 da Avianca, das 19h05, de Brasília para o Santos Dumont, estava no horário. O Congresso do PT em Brasília havia acabado naquela tarde e por isso eles estavam ainda vestidos com camisetas do encontro. Eu tinha ido a Brasília gravar o programa da Globonews.

Antes de chegar ao portão, fui comprar água e ouvi gritos do outro lado. Olhei instintivamente e vi que um grupo me dirigia ofensas. O barulho parou em seguida, e achei que embarcariam em outro voo.

Fui uma das primeiras a entrar no avião e me sentei na 15C. Logo depois eles entraram e começaram as hostilidades antes mesmo de sentarem. Por coincidência, estavam todos, talvez uns 20, em cadeiras próximas de mim. Alguns à minha frente, outros do lado, outros atrás. Alguns mais silenciosos me dirigiram olhares de ódio ou risos debochados, outros lançavam ofensas.

— Terrorista, terrorista — gritaram alguns.

Pensei na ironia. Foi “terrorista” a palavra com que fui recebida em um quartel do Exército, aos 19 anos, durante minha prisão na ditadura. Tantas décadas depois, em plena democracia, a mesma palavra era lançada contra mim.

Uma comissária, a única mulher na tripulação, veio, abaixou-se e falou:

— O comandante te convida a sentar na frente.

— Diga ao comandante que eu comprei a 15C e é aqui que eu vou ficar — respondi.

O avião já estava atrasado àquela altura. Os gritos, slogans, cantorias continuavam, diante de uma tripulação inerte, que nada fazia para restabelecer a ordem a bordo em respeito aos passageiros. Os petistas pareciam estar numa manifestação. Minutos depois, a aeromoça voltou:

— A Polícia Federal está mandando você ir para frente. Disse que se a senhora não for o avião não sai.

— Diga à Polícia Federal que enfrentei a ditadura. Não tenho medo. De nada.

Não vi ninguém da Polícia Federal. Se esteve lá, ficou na porta do avião e não andou pelo corredor, não chegou até a minha cadeira.

Durante todo o voo, os delegados do PT me ofenderam, mostrando uma visão totalmente distorcida do meu trabalho. Certamente não o acompanham. Não sou inimiga do partido, não torci pela crise, alertei que ela ocorreria pelos erros que estavam sendo cometidos. Quando os governos do PT acertaram, fiz avaliações positivas e há vários registros disso.

Durante o voo foram muitas as ofensas, e, nos momentos de maior tensão, alguns levantavam o celular esperando a reação que eu não tive. Houve um gesto de tão baixo nível que prefiro nem relatar aqui. Calculavam que eu perderia o autocontrole. Não filmei porque isso seria visto como provocação. Permaneci em silêncio. Alguns, ao andarem no corredor, empurravam minha cadeira, entre outras grosserias. Ameaçaram atacar fisicamente a emissora, mostrando desconhecimento histórico mínimo: “quando eles mataram Getúlio o povo foi lá e quebrou a Globo”, berrou um deles. Ela foi fundada onze anos depois do suicídio de Vargas.

O piloto nada disse ou fez para restabelecer a paz a bordo. Nem mesmo um pedido de silêncio pelo serviço de som. Ele é a autoridade dentro do avião, mas não a exerceu. A viagem transcorreu em clima de comício, e, em meio a refrões, pousamos no Santos Dumont. A Avianca não me deu — nem aos demais passageiros — qualquer explicação sobre sua inusitada leniência e flagrante desrespeito às regras de segurança em voo. Alguns dos delegados do PT estavam bem exaltados. Quando me levantei, um deles, no corredor, me apontou o dedo xingando em altos brados. Passei entre eles no saguão do aeroporto debaixo do coro ofensivo.

Não acho que o PT é isso, mas repito que os protagonistas desse ataque de ódio eram profissionais do partido. Lula citou, mais de uma vez, meu nome em comícios ou reuniões partidárias. Como fez nesse último fim de semana. É um erro. Não devo ser alvo do partido, nem do seu líder. Sou apenas uma jornalista e continuarei fazendo meu trabalho.

Anúncios

40 comentários sobre “Petistas agridem Miriam Leitão em voo e mostram sua intolerância com a divergência

    1. Dalva ! Nao acredito que vc está chamando a Miriam de covarde !
      Será que entendi bem ?
      Quem seria tão Estupido Ignorante de querer demonstrar coragem , diante de uma situação tão adversa como essa ?…..

      1. A covardia da jornalista não é física, mas intelectual. Não se cobra dela que responda com socos e pontapés ou que xingue de volta os seus agressores, mas que use suas palavras para condenar esses criminosos como eles realmente são. No seu relato, só faltou um pedido de desculpas por não ser tão extrema-esquerda quanto o PT é. Ou seja, uma covarde.

    2. Isso é o jornal acho que jornalista não devia ter partido tinha que ser como médicos e enfermeiros cuida de bandidos e de honesto tem profissão que não pode ter lado tem que deixar o coração em casa e ser só profissional

    3. Esse cara pode ser considerado uma vergonha para o povo humilde do nordeste saiu do Pernabuco de Pau de arara, conseguiu vencer no sul, sabe-se lá como chegou ao posto mais alto da política do país, usou os seus conterrâneos para se manter no poder através da Bolsa Família, quase quebra o Brasil com a sua quadrilha organizada, e continua com seu discursos ofensivo a nos roubar a liberdade, incentivando a discórdia e a intolerância. Um monte de bandidos desocupados sustentados com o nosso dinheiro. Monte de Bandidos, comunistas.

  1. É impossível dialogar com os mortadelas….são pessoas ignorantes que se acham acima de tudo e ninguém pode ir contra os seus pensamentos. Para eles quanto pior melhor pois mais benefícios irão ter.

  2. Sabe o q acho mais engraçado, essas mesmas pessoas que agridem verbalmente, são as mesmas que colocam a corja no poder, é que ao invés de lutar por direitos e cobrar os governantes, vão atrás de jornalistas e blogueiros. Vão cobrar os governantes, sem quebrar patrimônio público ou particular, vão ler a constituição federal, vão estudar, ao invés de só defender ladrão e ofender trabalhador.

  3. Bem feito, e merece passar tudo de novo por causa desse pensamento: “Não acho que o PT é isso, mas repito que os protagonistas desse ataque de ódio eram profissionais do partido.”

  4. Cada um paga pelos seus pecados, Dr um modo ou de outro. O comandante do avião deveria ter chamado a polícia federal e desembarcado tanto os vermelhos como a Miriam e colocados em voos separados, e não tolerar a situação.

  5. Cada um paga pelos seus pecados, de um modo ou de outro. O comandante do avião deveria ter chamado a polícia federal e desembarcado tanto os vermelhos como a Miriam e colocados em voos separados, e não tolerar a situação.

  6. Sempre achei a Miriam Leitão uma jornalista séria, ela não é comunista apenas fou contra um regime autoritario que existiu no Brasil,mas agora é outra época e ela foi covardemente desrespeitada pelos petistas.

  7. Miriam, sou solidária de sua indignação! Que falta de respeito!
    Chegamos a níveis inaceitáveis da intolerância e dos padrões democráticos.
    Fez muito bem em calar-se e não entrar nessa esfera de discussão. Agradeço por não ter se rebaixado ao nível deles!
    Adoro seus comentários inteligentes e de uma pessoa que tem uma visão mais clara da situação e imparcial.
    Infelizmente, os petistas me parecem não aceitar opiniões alheias e cegam-se diante de toda a realidade, não aceitam os próprios erros e tentam passar essa mentalidade falida para as próximas gerações.
    Um abraço.

  8. Pelos seus comentários sempre achei a Miriam petista, comunista, porque agiram assim, não entendi, mas foi muito grosseiro o que fizeram.

  9. Miriam, mais uma vez, você mostra o quão digna és, manteve sua classe através de seu silêncio. A verdadeira, “pessoa digna”, é aquela que passa pela lama sem sequer sujar os pés. Parabéns pela atitude. Sergio Mello – Santos Dumont-MG.

  10. Que companhia aérea bosta!!!
    Como pode permitir q uma pessoa possa ser agredida verbalmente e não tomar nenhuma iniciativa pra conter esta violência. Imagina se ela fosse criminosa como estes bandidos corruptos, assassinos cruéis, vigaristas e covardes. Gostaria de tá por perto pra manda- los pra puta que pariu cada um desses vermes.

  11. O triste mesmo é ver esta canalhada toda depois de destruir um Brasil totalmente organizado , pós Fernando Henrique , ainda ter seguidores e tão ferozes e de índole tão criminosa que sequer tem respeito mínimo a uma cidadã brasileira . Avante , Mirian, segue com seu papel de bem informar . Os brasileiros que não são fugidos de um hospício a assistem sempre.

  12. Só de ler o relato me senti mal.
    Mirian Leitão, sinto muito por você ter passado por isso. O piloto e sua tripulação foram omissos . Assim como os outros passageiros.
    A AVIANCA deveria ter mandado um pedido de desculpas, ao menos.
    É difícil viver numa sociedade dividida.

  13. Quem não sabe se comportar em público, quem faz desordem, quem incomoda os demais passageiros do vôo, quem não tem a menor classe o que é? Baderneiro, arruaceiro, sem educação e portanto não tem as condições necessárias à segurança do vôo. Deveriam ter sido tirados da aeronave pela segurança de todos.

  14. Ficaria surpreso se tivesse ocorrido de forma diferente. Hoje temos o que no início da dita Ditadura o povo Brasileiro que são um bando de alienados, também tinham, ou seja, só ignorância. Talvez , ainda num futuro não muito distante consigamos mostrar a este bando de alienados que não são nós contra eles ou eles contra nos, somos um só povo e não podemos continuar desunidos, pois aí, só eles ganham. Entenderam ALIENADOS !!!

  15. Os petistas estão tão cegos, estão tão tapados que não estão enxergando o quanto a Globo está vermelha. Seus comentaristas inclusive, perderam a liberdade de falar e comentar temas contrários a atual direção da emissora. Solicito a todos que, de uma olhada um pouco mais criteriosa nas programações, principalmente nos teles jornais, e verão a radical mudança ideológica desta emissora.

  16. Quem sabe agora ela se convença, que toda forma de radicalismo não é saudável. Radicalismo que ela defendeu muito na época de militância e que até hoje está intrincica mas reportagem e comentários jornalísticos que deveria ser isento mas que não é. Está provando do próprio veneno. Mas infelizmente sei que isso não será suficiente para que ela mude um pouco e tenha um pouco mais de distanciamento entre o jornalista e a notícia.

  17. É lamentável vermos atitudes de intolerância e desrespeito desta natureza.Miriam Leitão sempre foi uma comentarista imparcial e competente. Já discordei de algumas opiniões dela sem, porém, perder o grande conceito que tenho pela sua elevada capacidade intelectual.Se já era seu admirador hoje este meu conceito aumentou .

  18. Muito repudio a falta de respeito .Jornalista competente e antes de qualquer manifestacao petista ou nao .Tem que ter educacao.Vandalos.Muita vergonha destas atitudes que so geram tragedia.

  19. PESSOAL DO PT, TODOS BANDIDOS!!!! UMA QUADRILHA QUE JÁ PERDEU O COMARILE E SÓ FAZ MERDA. SR LULA UMUITO BÊBADO SEM VERGONHA. PARABENS MIRIAM PELO SUAI ATITUDE DE FICAR ONDE ESTAVA E NÃO SE INTIMIDAR COM ESSE BANDO DE LIXO

  20. Aos corajosos que enfrentaram uma mulher sozinha, venha me enfrentar seus PTralhas ladrões e sem escrúpulos, não ficariam 2 minutos em pé, mesmo sem eu encostar as mãos em vocês. Mas vocês merecem tudo o que foi feito com o Brasil. Sucesso seu bando PTralha.

  21. Ela mente, segundo testemunhas, agora pergunto: ficar dia após dia nos ofendendo com seus comentários mentirosos e unilateral pode?
    Em tempo: sou contra violência seja verbal ou física.

Deixe uma resposta