Gilberto Carvalho diz que PT respondia por arrecadação de recursos para campanha

Por Francine Galbier

Gilberto Carvalho, chefe de gabinete pessoal da Presidência durante o governo Lula, de 2003 a 2010, disse nesta terça-feira em depoimento ao juiz Sérgio Moro que cabia ao PT tratar dos financiamentos de campanhas eleitorais e não ao ex-presidente Lula. Carvalho está arrolado como testemunha de defesa do petista.

“Mesmo nas campanhas eleitorais, ele dizia: ‘eu entro com a candidatura, o partido se vira com a parte de arrecadar recursos’. Ele credenciou o partido (a arrecadar recursos), nunca uma pessoa” —afirmou.

Carvalho declarou que Lula nunca teve a intenção de ficar rico, apesar de ter muitos defeitos:

Lula tem muitos defeitos, como qualquer ser humano. Agora, tem uma coisa: ele nunca quis ficar rico. Nunca pensou em usar a função dele como presidente para aferir recursos próprios. Isso eu posso afirmar porque acompanhei o dia a dia daqueles oito anos em que estive ali —.

 

Anúncios

Deixe uma resposta