Deltan Dallagnol defende prisão de Aécio caso ele não seja afastado

Por Francine Galbier

Deltan Dallagnol, procurador da Operação Lava Jato, defendeu que, caso a determinação judicial de afastamento de Aécio Neves do mandato de senador não seja cumprida pelo Senado, ele deve ser preso.

“O afastamento objetiva proteger a sociedade. Desobedecido, a solução é prender Aécio, conforme pediu o PGR Janot”, escreveu Dallagnol em seu Twitter.

Anúncios

Um comentário sobre “Deltan Dallagnol defende prisão de Aécio caso ele não seja afastado

  1. definido na lei de improbidade administrativa 8.429/92:

    Art. 20. A perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos só se efetivam com o trânsito em julgado da sentença condenatória.

    Parágrafo único. A autoridade judicial ou administrativa competente poderá determinar o afastamento do agente público do exercício do cargo, emprego ou função, sem prejuízo da remuneração, quando a medida se fizer necessária à instrução processual.

    NÃO FUI EU QUE FIZ A LEI, MAS ELA EXISTE E DEVE SER OBSERVADA E SALIENTADA.

Deixe uma resposta