Boris Casoy: “Sou contra as Diretas Já. Não vou dizer que é golpe, mas é um golpinho.”

Em entrevista ao Morning Show, o jornalista Boris Casoy comentou a questão das eleições diretas ou indiretas e também deu sua opinião sobre a crise política atual. Para ele, a saída correta é respeitar a Constituição e, em caso de queda do presidente, a eleição indireta através do Congresso escolhe o sucessor.

Veja o comentário completo:

Anúncios

Um comentário sobre “Boris Casoy: “Sou contra as Diretas Já. Não vou dizer que é golpe, mas é um golpinho.”

  1. Eleição agora é golpe, é desespero da esquerda em tentar blindar lula. Em 2018 a esquerda não terá chances pois chegará totalmente desacreditada, com candidatos passando vergonha

Deixe uma resposta