Defesa de Lula tentou barrar depoimento de Emílio Odebrecht hoje. Sem sucesso.

Cerca de 1 hora e 30 minutos antes do início das audiências do patriarca da Odebrecht, Emilio Odebrecht, e do executivo da empreiteira Alexandrino Alencar, os advogados do ex-presidente Lula entraram com um habeas corpus, com pedido liminar, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) para cancelar os depoimentos. As audiências estão marcadas para começar às 14h desta segunda-feira, 5.

O advogado Cristiano Zanin Martins argumenta que o juiz federal Sérgio Moro ‘deu ciência às partes’ nesta segunda sobre documentos juntados pelo Ministério Público Federal sobre delações de executivos do grupo Odebrecht. Segundo a defesa, há ‘impossibilidade de análise do material até as 14 horas’.

A solicitação para o adiamento dos depoimentos havia sido feita a Moro, que negou. A defesa foi, então, ao TRF4 que também negou o pedido.

As informações são do Estadão.

Fonte: Lula quer barrar depoimento de Emílio Odebrecht hoje

Anúncios

Um comentário sobre “Defesa de Lula tentou barrar depoimento de Emílio Odebrecht hoje. Sem sucesso.

Deixe uma resposta