Perfil de desembargador que pediu censura de vídeo de Danilo Gentili compartilha propaganda pedindo anulação de impeachment de Dilma

Uma visita ao perfil do desembargador Túlio Martins  – que pediu a censura de um vídeo de Danilo Gentili, no qual ele ironizava a deputada socialista Maria do Rosário – mostra algo muito curioso.

É o compartilhamento de uma propaganda pedindo a anulação do impeachment de Dilma Rousseff, que é do mesmo partido de Maria do Rosário.

Veja abaixo:

Anúncios

6 comentários sobre “Perfil de desembargador que pediu censura de vídeo de Danilo Gentili compartilha propaganda pedindo anulação de impeachment de Dilma

  1. Comunistas estão infiltrados em todas instituições do Brasil, vai levar um bom tempo para ocorrer renovação deste tipo de pessoas, mas iremos deixar o Brasil para os brasileiros de coração verde amarelo e não vermelho!
    Avante brasileiros conservadores e liberais!

  2. outro vagabundo safado e sem vergonha, como todo comunista, e este tipo a toa, que suja o judiciário, só protege o que existe de pior na face da terra, a mundana escroque, que teve o rabo gordo chutado e agora esta vagaba comunista. saudades do AI 5, jamais teríamos esta vergonha.

  3. A cada dia eu assisto, leio e escrevo sobre todo LIXO POLÍTICO. Falo no FACE minha plataforma de conscientização contra a COMUNIZAÇÃO do Brasil. Entretanto o que tenho lido e visto nos últimos tempos é que tudo está se desgastando rapidamente. Jornalistas sem “jornal”, jornais com jornalistas ideológicos quando deveriam ser isentos, sejam nas mídias escritas, televisivas ou radiofônicas. Tudo está virando UM SACO porque nada acontece. É aquele jogo de zero a zero que nunca acaba e você quer ir embora, mas fica sempre na expectativa de que seu time vai fazer um gol e se você for embora vai perder a emoção do gol… mas nada acontece. Só que este sentimento também está tomando conta das esquerdas e “MÃE BENEDITA, A REDENTORA DA MORTADELA” já clamou por sangue. ROBERTO REQUEIJÃO, o sábio do pau oco, também disse que é o fim do diálogo e agora é ação… é guerra. SERÁ??? TOMARA QUE SIM. Pelo menos posso “ir embora” e depois do fim, ou estarei morto ou vivo falando de amenidades, coisas do cotidiano. Sinceramente…ISTO ESTÁ UM SACO.

Deixe uma resposta