BC enquadra JBS-Friboi por especulação para derrubar moeda brasileira

O Banco Central encontrou indícios de crime de informação privilegiada após quatro companhias do grupo J&F lucrarem cerca de R$ 600 milhões apostando na contramão do mercado, segundo a Veja.

Para obter o ganho, elas realizaram quase 3 bilhões de dólares em operações de câmbio e juros antes de vir à tona a delação da JBS. Os executivos se anteciparam aos efeitos que suas informações teriam sobre os rumos do mercado.

Por isso, o BC enviou em 29 de maio ao MPF de São Paulo um comunicado de crime da JBS; e também detalhou as transações financeiras atípicas para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que já abriu dez investigações ligadas ao caso, diz O Antagonista.Não bastou lucrar com os próprios crimes. Ao que tudo indica, essa gente quis lucrar também com a revelação deles.

A informação é do blog de Cesar Weis.

Anúncios

Deixe uma resposta