Ex-prefeito de Porto Alegre fica “revoltado” com relatório que prova ineficiência do setor educacional

Conforme o site Sul 21, o ex-prefeito de Porto Alegre (RS), José Fortunati, do PDT, utilizou o seu perfil no Twitter para rebater o relatório divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) sobre a educação municipal, que classifica a rede de ensino da cidade como “ineficiente e ineficaz”. Segundo ele, o estudo utiliza “dados falsos e questionáveis” e desconhece a realidade do trabalho nas periferias da cidade. O estudo utilizou dados disponíveis até 2015, portanto, até a gestão passada, que era dele.

“Todos desejamos educação pública de qualidade. O 1º passo é reconhecer as fraquezas. Mas isto não vai acontecer com dados falsos”, escreveu Fortunati na primeira de uma série de nove postagens.

Contudo, apesar dos chiliques, o relatório do TCE apenas apontou para o óbvio, para aquilo que é visto a olhos nus. A qualidade do setor em Porto Alegre despencou nas últimas gestões e o atual prefeito, Nelson Marchezan (PSDB), parece disposto a mexer no vespeiro que é tirar as regalias dos profissionais da área.

No início do ano a prefeitura apresentou dados que comprovam a ineficácia na área, em especial causada por profissionais com benesses excessivas e que passam muito tempo fora da sala de aula.

Anúncios

Deixe uma resposta