Depois do Amazonas, Pará também pode ter o governador cassado

Depois do Amazonas, Pará também pode ter o governador cassado. O último recurso de Simão Jatene foi votado hoje no Tribunal Regional Eleitoral. A informação é do Radar On-line.

O julgamento foi interrompido por um pedido de vistas, mas quatro juízes declararam voto contra o recurso. O número é suficiente para a cassação de Jatene, que ainda pode recorrer.

Anúncios

Um comentário sobre “Depois do Amazonas, Pará também pode ter o governador cassado

  1. Aqui no Pará temos um tribunal que só julga quando o mandato já está no final ou quando já acabou faz tempo, até lá os eleitores que não se venderam, que realmente queriam um governador ou Prefeito menos ruim possível, tem que engolir uma demora que cheira a no mínimo negligência. Temos um Prefeito cassado duas vezes uma bem antes da eleição, e até agora não se fala mais nada, vai terminar o mandato fazendo nada pelo município é só vai ser julgado talvez daqui há dois, três ou sabe_se lá quantos anos, aí vão dizer ” acho procedente a acusação e realmente o sr. Zenaldo comprou votos” e daí que justiça é essa se a m…,já vai ter sido feita
    . O que é estranho é que outros prefeitos nem sentaram e já houve outra eleição, só em Belém que a “justiça” não sei porquê demora tanto. Talvez todo mundo saiba na verdade.

Deixe uma resposta