Delegado assassinado em Florianópolis comandava investigação sobre a morte de Teori Zavascki

De acordo com informações da Gaúcha, dois delegados foram assassinados em Florianópolis na madrugada de hoje, quarta, sendo que um deles era Adriano Antônio Soares. Ele atuava no Rio de Janeiro.

Adriano estava na capital catarinense para um curso de instrução, mas em janeiro ele havia sido designado para cuidar da investigação sobre o suspeito acidente aéreo que matou o então ministro do STF Teori Zavascki. Desde a ocasião, dadas as circunstâncias da queda do avião, muitas teorias conspiratórias surgiram, e o assassinato de Adriano levanta ainda mais questões.

O delegado atuava como chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis desde 2009. Ele era delegado da PF desde 2009.

As circunstâncias de sua morte ainda não foram divulgadas pela imprensa.

Anúncios

Deixe uma resposta