Aécio Neves é grampeado pela PF em conversa com Zezé Perrella

Uma conversa telefônica grampeada pela Polícia Federal mostrou que Aécio Neves ficou descontente com a entrevista do senador peemedebista Zezé Perrella à rádio Itatiaia. Perrella teria se vangloriado de não estar na lista de Rodrigo Janot e nem estar envolvido com o “mar de lama” que atingiu a classe política. 

Acho que não preciso provar o quanto sou seu amigo na vida, né cara. Então vou te falar como amigo, com a liberdade de amigo. Poucas vezes vi uma declaração tão escrota, Zezé, como essa que você deu na rádio Itatiaia”, afirmou Aécio à Perrella no áudio.

O senador afastado também lembra o colega de que a campanha de Itamar Franco ao senado, em 2010, havia sido “financiada da mesma forma” que a de Perrella. Zezé era suplente de Itamar e conquistou cadeira na Casa em 2011 com o falecimento do ex-presidente. 

“A pretexto de se defender, você jogou todo mundo na lama. A não ser, Zezé, que sua campanha foi financiada na lua, pela quentinha do Alvimar”, ironizou Aécio. Disse também que para ele esse seria o momento de “mostrar solidariedade, de separar o joio do trigo”.

Perrella, parecendo constrangido, pediu desculpas e citou o caso de seu filho, Gustavo Perrella, como justificativa para suas declarações, que teve seu helicóptero encontrado com enorme quantidade de drogas. “Qual a maneira que eu encontrei de rebater essas coisas que eles falam de mim do helicóptero até hoje”, alegou o peemedebista.

A ligação é encerrada com declarações de afeto e termina com Perrella prometendo a Aécio que irá conceder nova entrevista à emissora para se retratar. “Não fiz essa declaração na Itatiaia não, mas vou fazer… Não fica chateado não porque você sabe que te adoro”, declara. E Aécio desabafa ao amigo “Por isso que fiquei chateado, porque te adoro também. Na hora que a gente tá levando porrada se os amigos da gente não ajudar”.

Anúncios

Deixe uma resposta