9 vezes que a extrema-esquerda pagou mico neste mês

por Francine Galbier

Se a esquerda não atrapalhasse tanto o desenvolvimento do país poderíamos até nos divertir com seus militantes, já que sempre nos proporcionam boas risadas. Só neste mês de maio foram tantos acontecimentos absurdos vindos dessa turma desocupada que resolvemos listar para vocês.

1) Locomover gente do Brasil todo pra ir no “Lulapallooza”, em Curitiba, e ainda assim ser um fiasco

11.jpg

No dia 10 de maio Lula foi até a cidade de Curitiba prestar depoimento ao Juiz Sérgio Moro, e sua legião de fãs e contratados pretendia deslocar cerca de 30 a 60 mil pessoas, como noticiado nos blogs esquerdistas, para recepcionar o bandido. Todavia, foi um fiasco. Mesmo com caravana da CUT, conseguiram reunir cerca três mil comedores de mortadela.

2) Continuar acreditando que não há provas contra o Lula

12.jpg

Não é preciso ter PHD em leitura não verbal para saber que Lula estava mentindo no depoimento que prestou no dia 10 de maio, mas é claro que ainda tem gente – e muita – defendendo que ele é inocente. Não basta suas contradições, coleções de processos, provas indiciárias, evidências, citações, doações recebidas, e sua ligação com todos que já tiveram culpa comprovada. Para os Lulistas, o ex-presidente é imaculado. Nem mesmo se ele confessasse todos os seus crimes seus fãs iriam acreditar, e diriam que ele foi coagido.

3) Comemorar a delação de Joesley entregando Temer e Aécio, mas ignorar que Dilma e Lula eram os maiores beneficiados da JBS

13.jpg

Após sair a notícia da delação de Joesley, a extrema-esquerda imediatamente comemorou o fato de Temer e Aécio terem sido deletados. Foram às ruas pedindo “Fora Temer” e perguntando sobre os eleitores de Aécio. Seria aceitável se não estivessem ao mesmo tempo pedindo “Lula 2018” e “Volta Dilma”, já que esses dois também foram entregues por Joesley na mesma delação, e eram, diga-se de passagem, os maiores beneficiados.

4) Pedir golpe constitucional defendendo Diretas Já

14.jpg

Os esquerdistas adoram um golpe de Estado. Depois de passarem de 2014 até agora chamando de golpistas os que pediram por impeachment da comediante e ex-presidente Dilma, sendo o impeachment um processo previsto na Constituição Federal, portanto, legítimo, agora eles defendem um golpe constitucional pedindo eleições diretas, uma vez que a Constituição prevê eleições indiretas no caso de Temer deixar o cargo. É claro que eles nunca estiveram preocupados em cumprir a lei.

5) Transportar militantes até Brasília para praticar terrorismo

16.jpg

Com certeza depredar patrimônio público é uma maneira eficiente de melhorar a situação do país, segundo a lógica esquerdista. No dia 24, última quarta-feira, cerca de 25 mil militantes lobotomizados foram transportados até Brasília, pela CUT e outros partidos de extrema-esquerda, para promover terrorismo. Alguns dos atos realizados foram: pichar prédios públicos, jogar pedras em policiais, colocar fogo nos ministérios, destruir salas de escritórios e pontos de ônibus, entre outras coisas.

Vimos comportamento semelhante no dia 28 de abril, dia da falsa greve geral promovida pela CUT contra o fim do imposto sindical obrigatório. Vias públicas incendiadas, transtorno causado àqueles que queriam ir trabalhar, acidentes e casos de violência física.

6) Militante de esquerda explode a própria mão ao soltar bomba em Brasília e depois tenta enganar colocando a culpa na PM

15.jpg

Tragicamente um militante de Santa Catarina que estava em Brasília, no dia 24, perdeu a mão enquanto soltava uma bomba. Nem mesmo assim a esquerda percebe o nível do terrorismo que estavam praticando, já que outros poderiam sofrer consequências como essa pelos atos cometidos por esses inconsequentes. No mundo de faz-de-conta esquerdista a culpa pelo acidente é da polícia e do Temer, e não do militante que estava prestes a explodir uma bomba.

7) Filho de burguês, com tênis de mil reais, protestando pela morte à burguesia

17.jpg

Todos já sabemos que muitos dos jovens revolucionários metidos a socialistas e comunistas são de classe média alta, filhos de burgueses, com iPhone do ano, estudam nas universidades de maior prestígio, viajam sempre para fora do país, enfim, se espelham tanto nas ideias de Karl Marx que também seguem o exemplo dele de encostado que nunca trabalhou na vida, mas quis teorizar sobre a classe trabalhadora. É claro que para ir de Santa Catarina, ou qualquer outro local, para Brasília em dia útil pra fazer baderna, trabalhador que não deve ser.

8) Divulgar vídeo com polícia bolivariana destruindo prédios como se fosse a PM daqui

Como ficou óbvio para todos que possuem bom senso que, em Brasília, não houve um ato político, mas um ato de terrorismo, a extrema-esquerda — desesperada e com toda sua capacidade de mentir descaradamente – divulgou um vídeo no qual policiais apareciam destruindo patrimônio público, tentando afirmar que aquilo aconteceu em Brasília e o que houve com eles foi na verdade uma repressão do “governo golpista”. Mas é claro que não colou. Logo a mentira foi desmascarada e, mais uma vez, ficou feio para eles. O vídeo era da polícia bolivariana, que age a comando de Nicolas Maduro, um dos nomes mais adorados e apoiados pelos partidos de esquerda e atual ditador socialista da Venezuela.

9) Defender a Cracolândia

18.jpg

Quando parece que não tem como piorar, eles se superam. Após operação do prefeito de São Paulo, Joao Doria, para resgatar viciados em crack que vivem de forma abjeta em cracolândias, surgiu um movimento de esquerda nomeado “A Craco Resiste”. É isso mesmo. A esquerda agora defende o direito dos usuários de crack continuarem vivendo como zumbis no meio do lixo, sem nenhuma dignidade humana e com a vida completamente perdida para as drogas. Será que tem como chegar mais baixo que isso?

Vamos aguardar o próximo mês.

Anúncios

16 comentários sobre “9 vezes que a extrema-esquerda pagou mico neste mês

  1. Concordo com tudo menos o fato de dizer que isso é esquerda. Isso é grenalismo, ou flafluzismo e não tem nada a ver com ideologia ou interesse em melhorar o país. É uma “torcida organizada” que se auto intitula representante da esquerda.

Deixe uma resposta