Sérgio Moro confisca R$ 640 mil de Cláudia Cruz

O juiz Sérgio Moro decretou o confisco de 176,67 mil francos suíços, cerca de R$ 640 mil, de Cláudia Cruz, mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. Com informações da Jovem Pan.

O dinheiro estava depositado em uma conta na Suíça, que era abastecida com dinheiro de propina de Eduardo Cunha, e por isso foi confiscado.

“Apesar da absolvição de Cláudia Cordeiro Cruz por falta de prova suficiente do dolo, os valores mantidos na conta em nome da Kopek são oriundas de contas controladas por Eduardo Cosentino da Cunha, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, tendo, portanto, origem e natureza criminosa, decreto, com base no artigo 91 do Código Penal, o confisco do saldo de aproximadamente 176.670,00 francos suíços sequestrados na conta em nome da Kopek” diz a decisão.

Anúncios

2 comentários sobre “Sérgio Moro confisca R$ 640 mil de Cláudia Cruz

  1. 600 mil ela estourou com: com bolsas sapatos, perfumes, cintos, carteiras e outros acessórios da moda em grifes de paris.
    INFOGRÁFICO: Milhares de dólares lavados em grifes
    Para a sorte da louríssima mulher de Eduardo Cunha, a guilhotina foi aposentada. Honestamente, não há nada mais deselegante do que passar os seus dias em Paris circulando entre lojas e gastando milhares de dólares, seus ou não, em produtos de luxo. Dizem os gurus de estilo e, é claro, o bom senso, que ostentar é vulgar, comprar em excesso também.

    Há que se reconhecer que Claudia Cruz acertou nas marcas: Chanel, Balenciaga, Louis Vuitton, Hermès, Prada, Dior e Fendi são alguns dos mais importantes nomes da moda internacional. Apesar disso, alguém já leu o nome da jornalista em uma daquelas listas das mulheres mais bem-vestidas? Certos milagres nem mesmo a Chanel realiza.

    D. Marisa srm provas estourou o aneurisma. Revoltada! Mas Moro vai pagar caro por sua seletividade ou sei lá mai o que. Espero e hei de viver pra ver.

  2. Ai ai…palhaçada esse juizeco faz-me rir.

    Banho de loja da mulher de Cunha: como gastar R$ 64 mil em 3 dias em Paris
    Adriana da Silva
    Colaboração para o UOL, em Paris 30/03/2016 – 06h00
    Cláudia Cruz — mulher do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) — não mede esforços (nem valores) para estar na moda. Segundo os investigadores da Operação Lava Jato, ela gastou US$ 17.483,84 (cerca de R$ 64 mil atualizados) em três dias de janeiro de 2014, quando passeava por Paris. Segundo a Polícia Federal, o valor seria proveniente de corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo investigações da força-tarefa da Lava Jato, os gastos de Claudia Cruz e Danielle Dytz da Cunha Doctorovich (filha de Cunha) com as marcas de renome Chanel, Dior, Balenciaga e Louis Vuitton totalizam cerca de US$ 86 mil (equivalente hoje a cerca de R$ 345 mil), entre dezembro de 2012 e julho de 2015.

Deixe uma resposta