Brasileiro vende “Pendrive Joesley” na web: ‘Modelo que gravou o presidente’

Um brasileiro resolveu tirar algum proveito da crise política brasileira, deflagrada com o diálogo gravado entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, da JBS. No “Mercado Livre”, site de compras e vendas online, um usuário morador de São Paulo colocou à venda o “Gravador Pendrive Joesley JBS”, com o mote comercial de que “gravou o presidente”.

A compra, no valor de R$ 69,90 em até 12 vezes, garante ao comprador a “um manual de instruções e um pendrive espião”.

O anunciante ressalta que o dispositivo é moderno, discreto e fácil de usar para “gravar aulas, reuniões, seminários e investigar o que acontece quando você não está por perto”. Mas ele deixa claro: não se trata do exato objeto que grampeou o presidente nem oferece uma versão do áudio entregue à Polícia Federal.

“Pendrive virgem. Não tem a gravação (do presidente). Somente o modelo é igual. É apenas o modelo que foi utilizado”, reforça o vendedor.

Com base nas informações dispostas pela PF e pelo anunciante do “Mercado Livre”, não é possível confirmar se o modelo dos gravadores é o mesmo. Os dois, no entanto, se referem a um gravador camuflado em um pendrive.

Segundo a avaliação do vendedor no próprio site, ele é recomendado por 99% dos usuários com quem negociou. Foram 289 vendas ao todo durante nove anos de atuação na plataforma.

A informação é do jornal Extra.

Anúncios

Um comentário sobre “Brasileiro vende “Pendrive Joesley” na web: ‘Modelo que gravou o presidente’

Deixe uma resposta