Lava-Jato pede condenação de Cabral por corrupção e lavagem de dinheiro

A força-tarefa da Lava Jato pediu a condenação do ex-governador do Rio Sérgio Cabral por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em suas alegações finais à Justiça. Com informações da Veja.

O documento apresentado conclui a acusação do MPF em um dos oito processos em que o Cabral é réu, e pede que sejam restituídos à Petrobras o valor de 2,7 milhões de reais, considerado o dano mínimo que os crimes dos réus causaram à estatal.

A Lava Jato pede a pena se Cabral seja agravada, devido a ter promovido a cooperação dos outros agentes do crime. Na ação também são réus a esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, o ex-secretário de governo Wilson Carlos, o sócio de Cabral, Carlos Miranda e sua esposa Mônica Carvalho.

Anúncios

Deixe uma resposta