Dois ex-governadores do DF são alvos de mandados de prisão em operação da PF

Polícia Federal cumpre mandados de prisão na manhã desta terça-feira (23) contra os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, e o ex-vice-governador Tadeu Filippeli.

A operação tem como base a delação premiada da Andrade Gutierrez sobre esquema de corrupção em obras do estádio mané Garrincha. De início, a construção tinha custo previsto de R$ 600 milhões, mas custaram R$ 1,575 bilhão. Segundo as investigações, o superfaturamento chegou a quase R$ 900 milhões.

Também são alvos agentes públicos, construtoras e operadores das propinas que atuaram no esquema. A suspeita, segundo a Polícia Federal, é de que com a intermediação dos operadores, os agentes públicos tenham antecipado etapas da licitação.

Ao contrário dos demais estádios da Copa do Mundo no Brasil, a renovação do Mané Garrincha foi financiada com dinheiro público e não recebeu empréstimos do BNDES, mas da Terracap.

Cerca de 80 policiais cumprem 15 mandados de busca e apreensão, dez de prisão temporária e três conduções coercitivas. As medidas foram expedidas pela 10ª Vara da Justiça Federal no DF. As ações ocorrem em Brasília e arredores.

A informação é da Jovem Pan.

Anúncios

Um comentário sobre “Dois ex-governadores do DF são alvos de mandados de prisão em operação da PF

Deixe uma resposta