Temer vai pra briga: “Se quiserem, me derrubem”, diz, em entrevista à Folha

O presidente Michel Temer concedeu uma entrevista a Folha, onde comentou sobre a crise pela qual passa seu governo. Ele diz que renunciar seria uma admissão de culpa e vai para a briga com seus opositores.

Em certo momento da entrevista o presidente foi questionado se acreditava em uma armação da Procuradoria-Geral contra ele, ele então respondeu: “Agora, mantenho a serenidade, especialmente na medida em que eu disse: eu não vou renunciar. Se quiserem, me derrubem, porque, se eu renuncio, é uma declaração de culpa.”

Anúncios

Deixe uma resposta