Sócio da JBS diz que Mantega recebia propina para o PT

Joesley Batista, empresário sócio do grupo JBS, disse em proposta de delação premiada que ex-ministro da Fazenda Guido Mantega recebia propina da empresa para o PT, e operava em seu favor dentro do BNDES. Com informação da Veja.

O empresário disse também que Palocci, ministro que antecedeu Mantega e foi consultor do frigorífico, pediu e recebeu doação de campanha via caixa dois.

Anúncios

Deixe uma resposta