DENÚNCIA EXPLOSIVA: JBS delata Temer e Aécio Neves por obstrução à Justiça e recebimento ilícito de dinheiro

De acordo com o jornal O Globo, os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da marca JBS, entregaram uma denúncia explosiva contra o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves, que é da base governista.

De acordo com documentos apresentados ao ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF, Michel Temer teria tentado comprar o silêncio de Eduardo Cunha, ex-deputado cassado e hoje preso. A ideia era impedir que Cunha contasse quaisquer detalhes sobre esquemas envolvendo o PMDB, similar ao que aconteceu quando Lula tentou comprar o silêncio de Delcídio do Amaral, na época senador pelo PT.

Contra Aécio Neves a acusação é de que o senador tenha recebido R$ 2 milhões da JBS, e de maneira ilegal. O problema fica ainda maior para o tucano porque a Polícia Federal realizou uma investigação com grampos e até mesmo uma filmagem que mostra o senador recebendo o dinheiro. Após rastrear o dinheiro, a PF descobriu que o valor acabou parando numa conta do senador Zezé Perrela, também do PSDB de Minas.

Esta é a denúncia que pode devastar a imagem do governo e especialmente do senador Aécio Neves.

Anúncios

4 comentários sobre “DENÚNCIA EXPLOSIVA: JBS delata Temer e Aécio Neves por obstrução à Justiça e recebimento ilícito de dinheiro

  1. Sei não… Essa denúncia da JBS me faz lembrar aquele ex- ministro da cultura o Calero, que gravou o Presidente Michel Temer e que depois deu com os burros n’água. No caso da veracidade dos fatos, Moro terá que ampliar as acomodações da PF.

Deixe uma resposta