Operação da PF mira aliados do PT: Joesley Batista, da JBS, e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho

Foi deflagrada na manhã deste sexta-feira, 12, uma operação da Polícia Federal para investigar fraudes e irregularidades em subsídios concedidos pelo BNDES ao grupo JBS, que detém a marca Friboi. Com informações do Congresso em Foco.

Entre os alvos da Operação Bullish, nome que faz alusão à tendência de valorização gerada entre os operadores do mercado financeiro em relação aos papéis da empresa, estão o empresário Joesley Batista e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho, aliados do PT.

Subsídios no valor de R$ 8,1 bilhões para o grupo teriam sido feitos a partir de junho de 2007, para que comprasse empresas do ramo frigorífico. Após a contratação de uma empresa de consultoria, ligada a um parlamentar que não teve o nome divulgado ainda, a liberação dos recursos aconteceu em tempo recorde.

As transações foram executadas sem garantias e com a dispensa indevida de prêmio contratualmente previsto, gerando assim um prejuízo de aproximadamente R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos.

Anúncios

Deixe uma resposta