Lula acabou desmascarando nota oficial do Instituto Lula

É fato que Lula não tinha o compromisso de dizer a verdade durante o interrogatório em Curitiba. A lei lhe facultava o direito de ficar em silêncio e até de mentir para se defender.

Talvez por isso ele não tenha revelado nenhum incômodo quando achou por bem desmentir uma nota oficial divulgada pelo Instituto Lula em janeiro do ano passado.

Escrita em formato de pergunta a resposta, a nota disse a propósito do tríplex reformado pela construtora OAS:

“Por que a família desistiu de comprar o apartamento? Porque, mesmo tendo sido realizadas reformas e modificações no imóvel (que naturalmente seriam incorporadas ao valor final da compra), as notícias infundadas, boatos e ilações romperam a privacidade necessária ao uso familiar do apartamento”.

Provocado pelo procurador Roberson Pozzobon, Lula afirmou que não fora consultado para a elaboração da nota:

– Eu não sou dirigente do instituto. A nota é feita com a direção do instituto em combinação com os advogados que conhecem o projeto e o processo todo. Nem sempre, quando a nota é feita, eu estou no instituto.

Antes, Lula negara que soubesse da realização de reformas no apartamento.

As informações são da coluna de Ricardo Noblat, d’O Globo.

Anúncios

Deixe uma resposta