Após migração em massa de venezuelanos que fogem da ditadura socialista, Manaus decreta estado de emergência

A prefeitura de Manaus decretou estado de emergência social devido imigração em massa de venezuelanos, vítimas da ditadura socialista de Maduro, na cidade.

O decreto foi publicado na última quinta-feira, 4, no Diário Oficial do município e determina que sejam priorizadas ações emergenciais, e que os órgãos e entidades do município fiquem em alerta para atender solicitações.

“O que nós queremos verdadeiramente é a inclusão do governo federal e do governo do Amazonas nas ações que tem como objetivo dar uma solução a curto prazo para o drama dos venezuelanos que estão em Manaus desde o início de dezembro do ano passado. Quando eles aqui chegaram eram um grupo de 35 pessoas. Hoje nós já temos mais de 350. A situação é verdadeiramente de emergência”, diz o secretário Elias Emanuel, da Semmasdh.

Anúncios

Um comentário sobre “Após migração em massa de venezuelanos que fogem da ditadura socialista, Manaus decreta estado de emergência

Deixe uma resposta