Editorial do Estadão esmaga PT por apoiar ditadura assassina de Maduro

O editorial do Estadão intitulado “A noção petista de democracia”, publicado hoje, faz duras críticas por apoiar a ditadura socialista de Nicolás Maduro na Venezuela.

 “Para os petistas, o Brasil vive hoje em pleno estado de exceção. Não há dúvida, segundo a versão petista dos fatos, de que Dilma Rousseff foi vítima de um ‘golpe’ que a tirou da Presidência da República. Também não há dúvida, para essa turma, de que o grande líder petista, Lula da Silva, é um perseguido político e corre o risco de ser condenado à prisão pelo ‘crime’ de ter governado ‘para os pobres’. Não faltam nem os que consideram o governo do presidente Michel Temer uma ‘ditadura’” diz trecho do editorial.

“Enquanto isso, esses mesmos petistas são capazes de defender a ditadura – sem aspas – de Nicolás Maduro na Venezuela. A embaixada venezuelana no Brasil divulgou recentemente uma série de vídeos em seu canal no YouTube nos quais três deputados do PT manifestam apoio a Maduro no momento em que este reprime violentamente manifestações de oposição ao regime bolivariano – mais de 20 pessoas já foram mortas” continua.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta