Ex-diretor Duque confirma que Zé Dirceu ajudou a colocá-lo na Petrobrás

O ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato de Souza Duque deu detalhes de sua indicação como nome do PT no esquema de fatiamento de postos estratégicos da estatal, por quais partidos da base levantaram mais de R$ 40 bilhões em dez anos de governos Lula e Dilma. As informações são do Estadão.

Candidato a delator, Duque confessou nesta sexta (5) ao juiz Moro que o ex-ministro José Dirceu foi quem decidiu por sua indicação como nome do PT à chefe da área de Serviços. Seu nome, no entanto, teria sido levado à Casa Civil pelo então secretário-geral do PT, Silvio Pereira.

“Esse é um assunto recorrente na minha carreira. Tem gente que eu tinha parentesco com José Dirceu, outros que foi indicação”, afirmou Duque.

“Até onde eu sei, quando desse processo da minha escolha para a diretoria houve um embate entre Delúbio e o Sílvio Pereira. O Delúbio (Soares) defendia outro nome para a Diretoria de Serviços, defendia o nome de Edmilio Varela, que era o meu antecessor. E o Sílvio Pereira defendia o meu nome”.

Anúncios

Deixe uma resposta