Danilo Gentili faz troça do mito do “Jesus comunista”

Uma narrativa utilizada por doutrinadores marxistas católicos – que se disfarçam sob o manto da “teologia da libertação” – era o de que Jesus era comunista.

Danilo Gentili comenta:

Se ao invés de ter dividido o pão Ele tivesse tirado todo trigo da Ucrânia pra todos morrerem de fome… quem sabe…

Talvez essa seja mesmo a única forma de encarar a teologia da libertação: na base da piada.

Em tempo: Jesus não praticava genocídios e toda a caridade defendida por ele era voluntária, em oposição à coerção.

Anúncios

2 comentários sobre “Danilo Gentili faz troça do mito do “Jesus comunista”

Deixe uma resposta