Para escapar da 2ª turma, Fachin manda pedido de habeas corpus de Palocci para o plenário do Supremo

Após ser voto vencido três vezes na Segunda Turma do STF, o ministro Edson Fachin decidiu levar ao plenário da Corte a discussão sobre prisões preventivas na Operação Lava Jato. O caso a ser analisado é o pedido de liberdade de Antonio Palocci. As informações são do Estadão.

Normalmente os processos da Lava Jato são julgados pela Segunda Turma, mas ao que parece, depois da decisão recente de libertar três alvos da Lava Jato presos preventivamente, Fachin preferiu ampliar a discussão ao plenário, para evitar que se repita.

Essa estratégia já foi usada antes pelo ministro Teori Zavascki, morto em um desastre aéreo. Em dezembro, Teori retirou da pauta da Segunda Turma uma reclamação proposta pela defesa de Eduardo Cunha. O caso foi analisado pelo plenário em fevereiro deste ano e o recurso foi negado.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Para escapar da 2ª turma, Fachin manda pedido de habeas corpus de Palocci para o plenário do Supremo

Deixe uma resposta