O Fim da Narrativa: juiz reconhece que imigrantes lançaram bomba sobre manifestantes pacíficos na Paulista

A notícia circula como “absolvição”, mas as coisas são um pouco mais complexas. O juiz da audiência de custódia dos quatro detidos por agredir manifestantes contrários à lei de imigração considerou a culpa de um homem sírio e outro de origem palestina.

Trecho da reportagem do Estadão:

“Na audiência, o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto entendeu que contra Hasan Abdul Hamid Sarif, de 43 anos, e Nour El Deeen Alsayyd, de 22, há provas suficientes para dizer que os dois foram responsáveis por atirar uma bomba caseira contra os manifestantes; eles negam a agressão. Os outros dois envolvidos, Nikolas Ereno Silva e Roberto Antonio Gomes de Freitas, tiveram o flagrante integralmente relaxado pela Justiça” (grifamos)

Mais:

“…terão de cumprir medidas cautelares, como comparecimento mensal em juízo e a proibição de frequentar eventos políticos”

Sim, ainda haverá gente insistindo na ‘narrativa’ contrária. Mas esses são os fatos.

Fonte: E a narrativa desmorona: juiz reconhece que imigrantes lançaram bomba sobre manifestantes – Implicante.Org

Anúncios

2 comentários sobre “O Fim da Narrativa: juiz reconhece que imigrantes lançaram bomba sobre manifestantes pacíficos na Paulista

  1. Eles negam a agressão? Claro! Taqyya. Só buscar no google.
    Todo muçulmano é permitido pela lei islâmica a mentir quando for necessário para derrotar seus inimigos. Mentir pra eles é uma coisa positiva e deve ser incetivada…

  2. Deveriam ser EXPULSOS do país! Saem lá daquele deserto maldito para vir fabricar e soltar bombas por aqui, além de desrespeitar todos os nossos costumes cristãos.

Deixe uma resposta