PSOL se posiciona a favor de terroristas que jogaram bomba em manifestantes de direita

O site oficial do PSOL lançou uma nota em apoio aos palestinos e sírios que atacaram, com uma bomba, os manifestantes do movimento DireitaSP, que protestaram na noite de ontem pacificamente pela avenida Paulista contra a nova lei de migração. Conforme noticiamos mais cedo, os manifestantes apenas caminhavam pela rua quando foram atacados com uma bomba de curto impacto, que deixou um deles ferido.

Por sorte a Polícia Militar estava próxima ao local, e por isso conseguiu deter os agressores antes que eles causassem algo mais grave. Um dos detidos, aliás, é proprietário de um conhecido restaurante árabe na região, o Al Janiah.

O PSOL, além de defender os criminosos e acusar falsamente os manifestantes de serem “xenófobos”, mentiu sobre os fatos ocorridos, alegando que foram os militantes de direita que agrediram inicialmente os sírios. Esta é uma alegação comprovadamente falsa, já que há um vídeo que mostra o momento exato em que uma bomba explode no meio de manifestantes pacíficos. Além disso, agentes da polícia estavam bem próximos da situação e viram o que realmente aconteceu.

Anúncios

5 comentários sobre “PSOL se posiciona a favor de terroristas que jogaram bomba em manifestantes de direita

  1. Ok, vamos dizer que a direita que agrediu primeiro, certo PSOL?

    Agora, o que o “agredido” está fazendo com uma bomba?

    E aí PSOL, me explica essa, caso eu seja agredido, de alguma forma então posso carregar comigo bombas para lança-las nos meus agressores, é essa a lógica?

  2. PSOL? Um monte de bosta que foi expulso do PT e morre de vontade de voltar.
    As mães deram tanto o cú que nao seguravam as fezes e dai nasceram esses merdas…

  3. O PSOL apoia Maduro. Precisa dizer mais! Está chegando a hora de iniciarmos a limpeza ideológica no Brasil, custe o que custar. Olho por olho, dente por dente, sangue por sangue. “O mal das esquerdas é julgar que a direita nasceu para ser imolada por eles”. Quando a reação começar não vai parar.

Deixe uma resposta