Militância do PSOL ainda não se manifestou sobre a acusação feita pela ex-mulher de Freixo contra o deputado

Já se passa um dia desde que Priscilla Soares, ex-esposa do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ), foi às redes sociais acusá-lo de machismo. Segundo ela, Freixo teria tentado acuá-la e, junto de outros membros do partido, teria a caluniado.

Priscilla, que também é esquerdista, se referiu ao ex-marido e seus companheiros como o “clã dos esquerdo-machos”, o que na linguagem feminista significa algo sem nenhuma relevância, mas que ainda assim é meio hilário na presente situação. No entanto, até agora nenhum esquerdista ligado ao partido se manifestou publicamente, nem mesmo figuras conhecidas pela “luta feminista” como Luciana Genro ou a vereadora paulistana Sâmia Bomfim.

Vale lembrar que Freixo, durante a campanha eleitoral do ano passado, levantou justamente essa bandeira contra o concorrente Pedro Paulo, do PMDB, que foi acusado de agredir a ex-esposa. Em um comício, o pseudo-humorista Gregório Duvivier fez até uma piada sobre a suposta agressão de Pedro contra a mulher. Na ocasião, todos os presentes riram, até mesmo o deputado.

Ver também:

Gregório Duvivier faz piada machista com mulher de Pedro Paulo e extrema-esquerda carioca acha graça

Bug na extrema-esquerda: Ex-mulher de Freixo acusa o deputado e militantes do PSOL de machismo

Anúncios

Deixe uma resposta