INSULTO: Após votar pela soltura de Dirceu, Toffoli reconhece que há risco de que ele volte a cometer delitos…

Dias Toffoli, que votou pela soltura de José Dirceu, disse reconhecer que há perigo do petista voltar a cometer delitos. Com informações do Antagonista.

“Mas esse ‘periculum libertatis’ pode ser abreviado com medidas cautelares diversas e menos gravosas do que a prisão”, disse o ministro durante o julgamento em que votou pela libertação de Dirceu, ex-chefe na Casa Civil.

Os ministros Celso de Mello e Edson Fachin já haviam alertado para a possibilidade de Dirceu continuar a cometer crimes antes, visto que ele continuou a receber propina mesmo durante o julgamento do Mensalão no STF.

Fachin inclusive foi contra colocar isso em julgamento. Mas Toffoli preferiu solta-lo e “abreviar” o perigo com “medidas cautelares”.

Anúncios

10 comentários sobre “INSULTO: Após votar pela soltura de Dirceu, Toffoli reconhece que há risco de que ele volte a cometer delitos…

  1. STF E SEUS MINISTROS: A VAIDADE, A PREPOTÊNCIA, A ARROGÂNCIA, A IRRACIONALIDADE, A GANÂNCIA, A AMBIÇÃO E A INVEJA DE INCAPACITADOS QUE, INSISTEM EM SAIR DAS​ SUAS INSIGNIFICÂNCIAS JURÍDICAS, MORAIS, ÉTICAS E PESSOAIS, ATRAVÉS DE ARDIS, DA FALÁCIA IMORAL E DO VILIPÊNDIO DO DIREITO.

  2. Supremo envergonhou , mas o que esperar de ministros indicados ao seus cargos? Toffoli colocado pelo PT, levandowisk pela dona Marisa, e Gilmar Mendes petista de carteira w contea lava jato vide ataques verbais a procuradorws e ao Moro.

  3. Isso é um absurdo inominável! Só mesmo muito comprometimento explicaria um ato tão impatriótico, anti-jurídico e desprezível, cometido por esses Senhores!

Deixe uma resposta